fbpx
21/03: Dia Internacional da Síndrome de Down
21 de março de 2017
Alergia x Intolerância
22 de março de 2017

Síndrome de Down: nutrição

A nutrição pode ter um importante papel na terapêutica dos pacientes com a síndrome de Down, desde os primeiros segundos de vida da criança. É o que esclarece a pediatra do Instituto Dr. Barakat, Natália Almeida Prado.

A nutrição pode ter um importante papel na terapêutica dos pacientes com a SD desde os primeiros segundos de vida da criança. É o que esclarece a pediatra do Instituto Dr. Barakat, Natália Almeida Prado.

Segundo ela, por isso, para as mães é importante ressaltar que – como para todas as crianças – amamentar por livre demanda é essencial! O leite materno contém anticorpos naturais que fortalecem o sistema imunológico dos bebês com SD, que podem apresentar taxas mais altas de infecções respiratórias e outras. Além disso, contribui para reduzir os problemas intestinais, que são mais comuns em bebês com Down, e contém um ingrediente conhecido para promover o crescimento e desenvolvimento do cérebro.

O ato de amamentar auxilia a fortalecer a mandíbula e os músculos faciais dos bebês. Isso tem impacto no processo de desenvolvimento da fala e da linguagem. O contato “pele a pele” é excelente para estimulação sensorial, que contribui para criar conexões neurais e facilitar o aprendizado ao longo do crescimento das crianças. Caso a mãe encontre alguma dificuldade no processo de amamentação, isso pode ser resolvido com uma boa assessoria! Afinal, desistir não é uma opção se é possível ter um suporte e alcançar êxito.

E, no decorrer da infância, deve se estimular o apetite da crianças com Down para alimentos saudáveis, nutritivos, livres de corantes, conservantes, inflamatórios (como glúten, leite – exceto materno – e derivados). Ou seja, fugir dos industrializados só trará benefícios para as crianças com Down, pois seu sistema imunológico estará fortalecido.

Com base numa boa sustentação alimentar pode se reduzir os riscos de pessoas com Down tem de desenvolver algumas condições como refluxo gastroesofágico, e doença celíaca (intolerância a proteína do trigo: o glúten). Aproximadamente 15% das pessoas com SD podem ter uma glândula tireoide insuficiente (hipotireoidismo).

Quais são os alimentos bem-vindos? Aqueles com propriedades antioxidantes, bem como ricos em ômega, colina, zinco, vitaminas C, E, zinco, magnésio.

WhatsApp chat