Afinal, como destoxificar o organismo?
9 de janeiro de 2019
5 passos para se recuperar após exagerar no final do ano!
11 de janeiro de 2019

Como eliminar toxinas e restabelecer o equilibrio do organismo

Vamos compreender os benefícios da destoxificação para o organismo: ela serve justamente como ponto de equilíbrio, pois tem como princípio “limpar” os órgãos relacionados à digestão, absorção e metabolização de nutrientes (fígado, estômago e intestino), ou seja, aquele excesso cometido logo após um feriado, ou uma festa – como estas de final de ano, não é mesmo, pode ser revertido com alguns princípios da destoxificação.

Para entender melhor é necessário compreender que o intestino é responsável pela absorção de nutrientes e que essa absorção só ocorre de forma adequada e íntegra se ingerir alimentos probióticos e prebióticos, importantíssimos para o bom funcionamento intestinal.

Neste contexto podemos compreender que um primeiro passo é tirar sem problema alimentos industrializados, com potencial alergênico e que comprometam de alguma forma o nosso organismo, uma vez que estamos tentando desintoxicar literalmente o nosso corpo de substâncias nocivas a ele mesmo.

O que tirar? Para os que estão bem curiosos, a exclusão de lacticínios, leite de soja, glúten, cereais refinados, açúcar, adoçantes, corantes, conservantes, café, álcool e, em alguns casos mais radicais, a exclusão de carnes (peixe, aves, frango, porco e boi) são as primeiras coisas a serem tiradas do cardápio de quem busca a desintoxicar. (filosofia #Desafio30DiasDrBarakat , certo?)

O que é um bom aliado? Alho, limão, cúrcuma, pimenta preta e vermelha, gengibre, clorofila, agrião, brócolis, couve, couve de Bruxelas, couve flor, mostarda, nabo, rabanete, repolho, rúcula, brotos, cebola, chá verde (nada de caixinha, nada embalado), são alimentos aliados na destoxificação.

Tenha em mente que o propósito da destoxicação é muito mais do que emagrecer. Ela contribui para restabelecer o equilíbrio da microbiota intestinal.

WhatsApp chat