fbpx
Orgulho: quebre esta barreira
21 de agosto de 2016
Cuidado, Açúcar!
24 de agosto de 2016

Alimentação & imunidade

Leia mais.

VI_ImunidadeUm dos fatores mais importantes para fortalecer o sistema imunológico é uma boa nutrição. Sem dúvida, a alimentação é uma boa base para que nossa imunidade se torne fortalecida e vocês sabem que minha maior máxima é que a prevenção deve ser sempre a chave para que não haja riscos!

O sistema imunológico é responsável por proteger o organismo de “invasores” como bactérias e vírus. Quando estamos mal nutridos aumenta a perspectiva de haver infecções. As células do seu sistema imunológico são encontradas circulando em sua corrente sanguínea ou nos gânglios linfáticos, que estão localizados por todo o corpo; portanto, as células do sistema imunológico estão espalhadas por todos os tecidos. Desta forma, o seu sistema imunitário está posicionado de modo que possa minimizar a entrada em seu corpo de invasores estrangeiros que podem causar infecções e doenças e pode responder rapidamente a quaisquer invasores que conseguem ganhar entrada em seu corpo.

Seu sistema imunológico também se baseia em estruturas específicas em seu corpo que fornecem uma base para a defesa. As estruturas mais importantes são as barreiras entre o interior do seu corpo e do exterior. Estas barreiras impedem organismos indesejáveis ​​e moléculas de entrar em seu corpo e causar danos. O trato gastrointestinal é, na verdade, a maior barreira de proteção entre seu organismo e o meio exterior.

Mas, quais alimentos são indicados para estabelecer esta base no sistema imunitário?! É sabido que as frutas cítricas, como laranja, acerola, kiwi, tomate, além de brócolis, couve e pimentão verde e vermelho, por exemplo, são ricas em vitamina C, um antioxidante que aumenta a resistência do organismo, portanto vale se alimentar dessas frutas nos intervalos entre as refeições.

Já os vegetais verde-escuros, como brócolis, couve (novamente citada, vamos dar atenção a ela, hein?), espinafre, e também o feijão, cogumelo (shimeji) e fígado, são alguns dos alimentos que apresentam ácido fólico. O nutriente auxilia na formação de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo. Alimentos ricos em zinco também são ótimas dicas, já que combatem resfriados, gripes e outras doenças do sistema imunológico, como é o caso da carne, e dos cereais integrais, castanhas, sementes e leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico). A noz, castanha, amêndoa e canela são ricos em vitamina E, beneficiando principalmente os idosos, agindo no combate à diminuição da atividade imunológica por conta da idade.

Já o tomate, que é rico em licopeno, serve como forte aliado para combater doenças cardiovasculares, removendo radicais livres do organismo. Mas é bom se aliar ao ômega-3 presente, por exemplo, no azeite e no salmão, que auxilia as artérias a permanecerem longe de inflamações, ajudando a imunidade do corpo.

Gengibre, alho, óleo de coco e mel também são frequentemente recomendados para casos de viroses, gripes e afins, pois são anti-inflamatórios e possuem propriedades que fortalecem bastante o sistema imunológico.

Para as pessoas dos chamados grupos de risco para a gripe suína – idosos com mais de 60 anos, crianças até dois anos, gestantes e lactantes – que apresentam o sistema imunológico mais fragilizado, a alimentação saudável é ainda mais importante. A ciência tem mostrado que a função imune muitas vezes diminui à medida que envelhecemos, e pesquisas recentes sugerem a solução para manter o organismo saudável é a nutrição. Para eles, além da alimentação saudável e a hidratação, um bom sono é essencial: ele tem função reparadora.

Referências

Abordagens Dr. Barakat

Website: The World’s Healthiest Foods

WhatsApp chat